sexta-feira, julho 30, 2010

Recomeçar



“Sofreu muito nesse período?
foi aprendizado...
Chorou muito?
foi limpeza da alma...
Ficou com raiva das pessoas?
foi para perdoá-las um dia...
Sentiu-se só por diversas vezes?
é porque fechaste a porta até para os anjos...
Acreditou que tudo estava perdido?
era o início da tua melhora...”
Já ouvi muitos dizerem que falar de amor é fácil, afinal é um sentimento que toma conta de nosso ser.
Mas eu digo que a raiva e a decepção nos deixam mais a flor da pele do que qualquer outro sentimento.
Como pode, as pessoas que nos rodeiam e dizem ser 'amigas', falar em falsidade só porque a VERDADE foi dita?!
Meus seguidores que me perdoem por este texto, MAS É UM DESABAFO MESMO! “Se você não quer enxergar que está se afundando em um 'pseudo conto de fadas', saiba que mesmo assim, quando você abrir os olhos para o mundo estarei aqui, para lhe estender a mão.
Todavia, enquanto você não entender que existe muito mais sentimento verdadeiro de minha parte, do que de seu 'amor doentio', acho que não há cumplicidade nem companheirismo.
Para mim as coisas infelizmente são assim, extremas: NÃO HÁ MEIO TERMO!
E assim segue a vida: cada um enxerga a vida com seus próprios olhos. Como diria meu pai: “o que não se aprende por bem, a vida se encarrega de ensinar!”

4 comentários:

Wilian Bincoleto Wenzel disse...

Correto.

Uma amizade sem sinceridade acaba por se tornar um montante de superficialidades e meias verdades.

Só houveram verdades inteiras nesse texto. Por isso concordo com cada palavra.! ( =

Ainda bem que mesmo sendo em longos espaços de tempo, você sempre volta!

Beijo, Carol!

Milla disse...

Realmente, o que nós não aprendemos por bem a vida trata de nos ensinar. Não há como escapar de certas coisas da vida, por mais que desejamos isso às vezes.. Estava com saudade dos seus textos :)

beijos

Felipe Braga disse...

Verdade, e até que desta vez foi mais rápido. rs

Carol, conviver com isso aí dentro não é bom. Então, você está certa. Deve desabafar, sim, deve falar verdades, como disse.
E eu sempre estarei aqui para te ouvir, sim?
É um grande prazer.

Beijos, querida, de alguém que realmente te adora.

Érica disse...

Senti um monte dessas coisas que tu falou aqui. Senti igual como descreveste. Menina, tu sabe das coisas, eu sempre sinto algo quando venho aqui.
Tava sumida né? Voltando a forma? rsrs
Eu também, ando meio desligada, mas, uma coisa de cada vez.

Beeeijos

Postar um comentário

Template by:

Free Blog Templates