domingo, março 21, 2010

Amar



Depois do abraço de despedida me senti incompleta.
Não sei se foi ele quem levou uma parte de mim ou se sou eu que preciso me adaptar com o que ele deixou!
Sei que serão longos 5 meses pela frente.
Dias de inquietação, desconforto, lágrimas e, no final de tudo, a saudade.
“Que pode uma criatura senão,
entre criaturas, amar?
Amar e esquecer,
amar e malamar,
amar, desamar, amar?
Sempre, e até de olhos vidrados, amar?”
A vida muitas vezes nos coloca em prova. Quando tudo parece estar bem, somos submetidos a novos desafios.
Não se engane leitor! Não é falta de amor, nem um término de namoro! É apenas um sonho antigo que somente agora pôde respirar a doce e cruel realidade.
“Que pode, pergunto, o ser amoroso,
sozinho, em rotação universal, senão
rodar também, e amar?
Amar o que o mar traz à praia,
e o que ele sepulta, e o que, na brisa marinha,
é sal, ou precisão de amor, ou simples ânsia?”
Conto, mais uma vez, com a complacência do tempo que se estica e encolhe diante dos olhos. O tempo as vezes parece ser elástico.
Dias e dias não têm a mesma duração! Alguns eu nem percebo ter vivido, passam como certas estações: primavera/verão. Já outros, ah estes outros, parecem durar muito além daquelas convencionais 24h.
“Amar solenemente as palmas do deserto,
o que é entrega ou adoração expectante,
e amar o inóspito, o áspero,
um vaso sem flor, um chão de ferro,
e o peito inerte, e a rua vista em sonho, e uma ave de rapina.”
Os passos lentos... o olhar, pausado, para trás... me fizeram perceber a grandiosidade do amor... do amor RECÍPROCO!
“Este o nosso destino: amor sem conta,
distribuído pelas coisas pérfidas ou nulas,
doação ilimitada a uma completa ingratidão,
e na concha vazia do amor a procura medrosa,
paciente, de mais e mais amor.”
Apesar da ausência, da distância, dos dias de sofrimentos que estão por vir, não há maior dádiva que o amor correspondido!
“Amar a nossa falta mesma de amor, e na secura nossa
amar a água implícita, e o beijo tácito, e a sede infinita.”
Seja como for, agradeço a Deus por ter você e lhe sou grata pelo sentimento construído e hoje solidificado.
O que nos aguarda? Não sei... Só posso dizer que até então: "VALEU A PENA!"

18 comentários:

Wevertton disse...

"VALEU A PENA!". Muito a pena ler esse texto... muito linda as palavras. Beijos / Passa la!

Ju Fuzetto disse...

Lindooooo, adorei!!!!

Tenha uma bela semana flor!!!

beijocas

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Valeu a pena... ler esse belo texto.Boa semana pra você.Beijos

Érica disse...

Eu sei bem o que dizes. Desse amor bem maior, beirando o infinito azulzinho dos sonhos misturados.

É mito e fantasia se tornando em realidade encantada... Muito ruim quando acaba.

:***

Milla disse...

que lindo! realmente se vale a pena no final das contas, nada pode mudar isso :)

beijos

Dé disse...

Minha menininha anda tão dengosa..hehe..ou seria isto apenas o 'fingir que é dor a dor que deveras sente' de uma poetisa?hehe..Pois é amor,como você brilhantemente escreveu:'um sonho antigo se tornando realidade'.Mas perguntei a você se podia vir,você prontamente disse que sim!Eu vim.hehe..mas estou com saudades,muitas.Se os 5 meses não passarem rapidinho,volto antes..E não se preocupe continuo deslumbrado apenas por minha mineirinha,branquinha!TE AMO.

André Lopes Nunes disse...

...mas o tempo passa. É so saber esperar!!
Até mais!!

Cristiane Neves disse...

Que triste ter de ficar longe. A saudade parece consumir a gente e tomar conta de td o ser qndo a distância separa assim.

Mas 5 meses vão passar. A princípio os dias serão dificeis e demorados, depois, qndo a saudade acalmar um pouco, se tornará mais fácil e então, qndo vc perceber já estará no dia do retorno.

E sabe o que é o mais gostoso disso tudo? O reencontro! Porque para tudo o que é ruim tem algo de muito bom pra contrabalancear. Se a separação é dolorosa, o prazer do reencontro vale, realmente, toda a pena.

Aninha disse...

Isso que conta, saber q no fim das contas valeu a pena!!! E se valeu até agora, muita coisa boa há de vir...

Bjao

Felipe Braga disse...

Agora você acredita, Carol.

Fico muito contente por ti.

O amor recíproco gera uma plenitude, não é mesmo?
Estou no computador "dos outros" para comentar no teu blog. rs

Beijos, Carol.

Flavih Jones disse...

Lindo teu texto.
O bom é que no final das contas vc acha que valeu a pena.
O ruim é quando um amor se vai e atrás dele só ficam sentimentos ruins.

Beijooo

Fada Lella disse...

OOowwwwnnn!!! Que sentimento lindooo! É tão bom quando esse sentimento é recíproco, e vivido pelos dois! Ai que vontade de sentir isso tambééém!!!
Mas é assim mesmo, o tempo passa, e o sentimento forte vai conseguir sobreviver aos obstáculos e sua enorme quantidade de horas, no final, tudo vai dar certo. Ok?
Que continue valendo a pena!

Beijooooos!

Ludmila Melgaço disse...

Só de amar já vale á pena!
beijo! =)

Moço disse...

"E se amar, se amar até o fim. Sem saber que o fim já vai chegar."

No fim de todas as duvidas existenciais a certeza que resta é a de que nascemos para amar. E me alegro quando alguém feito você fez, bem escreve sobre isso.

'-Kelly Viana' disse...

amar sempre vale a pena..
amar pode doer,mas sempre é bom!
amei o post!
bjOo!

Wevertton disse...

Feliz Pascoa!! Beijos / Passa la

Menino Poeta disse...

É minha querida quando há um valor grandioso que iremos carregar vamos dizer o resto da nossas vidas em nossos corações então vale apena viver muitos momentos que nos fazem perguntar sonho ou realidade!!!

Bela disse...

Querida, amar vale sempre a pena!ainda mais quando é um amor tão bonito! não esqueça que os dias de saudade serão recompensados pela beleza do reencontro.

Adorei seus poemas!beijos,
Isabela

Postar um comentário

Template by:

Free Blog Templates