terça-feira, junho 09, 2009

Amor e seu tempo



“Amor é o que se aprende no limite,
depois de se arquivar toda a ciência
herdada, ouvida. Amor começa tarde.”
Talvez Drummond esteja certo.
Reconhecer, identificar, descobrir o amor é tarefa difícil!
As vezes pensamos estar apaixonados por alguém e com o passar do tempo descobrimos que aquele encantamento já não existe mais.
Vez ou outra, confundimos os sentimentos. A paixão é passageira, a beleza física não supera as diferenças, o envolvimento resulta em uma grande amizade... mas e o amor? O que é?
Acumulamos nossas vivências, o que compartilhamos com pessoas próximas e a cada relacionamento tentamos agir de acordo com o que concluímos desta coletânea.
Deixamos, com isso, de nos entregar, de permitir que o amor nasça, de construir um sentimento sólido com outra pessoa. As decepções fazem com que sejamos calculistas, com que não consigamos nos dedicar do jeito que gostaríamos por medo de sofrer.
O amor não se resume em bons momentos. A magia deste sentimento está na maneira como lidamos com os obstáculos. Na forma como, juntos, superamos as dificuldades. No respeito à essência, ao jeitinho de ser da pessoa amada.
Mudar? Sim, defeitos devem ser lapidados e transformados em qualidades... Porém, a subjetividade de cada pessoa é algo que jamais podemos alterar.

Com o tempo, aprendemos que amar é saber a hora de se curvar, de reconhecer nossos erros, de abrir mão... enfim, de perdir perdão e aceitar que nem sempre as coisas acontecem do jeito que esperávamos, pois...
Quando há amor as disparidades tornam-se complementos!

11 comentários:

Isabel disse...

Lidar c as diferencas! Tai, algo dificil mas que qdo acontece tudo se torna mais facil.
Respeito, cumplicidade e saber compartilhar as coisas são elementos fundamentais.
O amor n nasce da noite para o dia e sim de uma convivência.

AMEIIIIII!!!

Bjos e sempre fico aguardano anciosa suas atualizações!

Sérgio disse...

Realmente, talvez as pessoas n saibam RECONHECER o amor!
Muitas vezes a gente tenta acertar e acaba errando.N adianta se basear em experiências anteriores pois cada pessoa é única!

"Quando há amor as disparidades tornam-se complementos!"

O importante é saber reconhecer isso, não é?

Beijos.

Allex disse...

Mocinhaaaaa, vc some demais!!! rs
Deixa-nos aflitos aqui c medo q tenha desistido de seu blog!!!
Mas qdo aparece tb, vem c tudo!!! rs
Excelente post!
E o amor é bem isso mesmo: "saber a hora de se curvar, de reconhecer nossos erros, de abrir mão... enfim, de perdir perdão e aceitar que nem sempre as coisas acontecem do jeito que esperávamos".

Simplesmente demais!

Parabéns!!!

Milhares de beijos...

Érica disse...

Amor é assim mesmo, sem explicação. É natural, não dá pra determinar. E se você acha que um dia estava amando e passou, não é porque não existiu, é porque não foi sustentado, alimentado. E como tudo na vida, o tal do amor tbm precisa de cuidado. Amor é tanta coisa. Eu só não sei o que exatamente,.

Nine disse...

Carol, vc é realmente demais!!!
TEXTOS BRILHANTES COMO SEMPRE.
Mas... quer saber? Esse negócio de amor tá muito complicado! Vamos sair e curtir a vida!!! kkkk...
AMO VC, amiga!!!
Beijocas.

Odir disse...

Ah Carollllll!!!
Sinceramente irmã, vc e Drummond estão equivocados: AMOR VEM CEDO, O QUE ESTRAGA É A CONVIVÊNCIA! hauhauhauhauhau...

Brincadeira!!! rs...

Vc sabe que eu adooooro tudo que vc escreve, mesmo quando fala de seus... "amores"!!!

Amor é tudo isso que vc disse... Eu costumo defini=lo como DEPENDÊNCIA... Quando não dá pra ficar nem um só dia sem ver a pessoa amada!

Bjs e AMOR NÓIS TEM DEMAISSSSS!!!! hehehehehe...

meus instantes e momentos disse...

Amor é partilha, entendimento, cumplicidade. O amor para ser amor, precisa sempre de mais um. O amor é plural, è um todo, e não partes, nem simples pedaços.
Onde um É outro. Se entendem, se precisam. A individualidade é apenas um detalhe.
.
Muito bom teu texto, como sempre.
Fique bem, e tenha uma boa noite.
Foi bom conhecer teu blog....
Maurizio

Flaah Goes disse...

vim aki avisar que oferesi uns selinhos para vc...Vai la nu meu blog e da uma olhda nus selos um bjao!

Aninha disse...

AI q lindooooooo!
O amor...
NOs leva p o inferno e p o céu! Rsss

Marina disse...

está bombando hein?!

claroo neh, um blog com uma qualidade tão singular deve ser prestigiado mesmo!

adorei o texto! vc sabe q estou mesmo precisando ler textos assim, q dão uma explicação, mesmo q superficial sobre o amor.

Bjo!

Oi disse...

As vezes pensamos estar apaixonados por alguém e com o passar do tempo descobrimos que aquele encantamento já não existe mais.


Tomaraaa que seja isso!

Vc é demais amiga! a cada dia melhor!

Postar um comentário

Template by:

Free Blog Templates