quinta-feira, maio 07, 2009

Hipótese



“E se Deus é canhoto
e criou com a mão esquerda?
Isso explica, talvez, as coisas deste mundo.”
Hoje, quando acordei, me dei conta de que, apesar de tudo, ESTOU VIVA!
Vivemos uma constante perda... pessoas queridas se vão... e lembranças ficam.
Talvez não tenha sido a intenção de Drummond, neste verso, falar de morte... mas eu quis interpretar desta maneira. Porque é a ferida mais latente que tenho neste momento...
Perdi um amigo muito querido. Mais que isso, um irmão!
Um jovem que tinha o coração maior que o universo... mas o mundo não soube reconhecer seu valor. Um adolescente que só queria desfrutar, de maneira inocente e ingênua, os momentos e as pessoas...
Sequer teve tempo de dizer adeus! De declarar, explicitamente, seu amor por quem ele realmente AMAVA!
A família; nós, os amigos; os conhecidos... a cidade inteira parou e imóvel, tentava compreender o que havia acontecido! Por que ele? Dentre tanta gente ruim, sem alma, sem coração, sem sede de ser feliz... Por que ele?
Minha vida, e de muitos outros, ficou ausente de progressos após a sua ida. Não havia mais porque prosseguir! Pra que lutar, pra que cativar pessoas, qual o motivo de correr atrás de um sonho se, caso alcançado, não pudermos nem sentir o gosto da vitória?
Todavia, quem sou eu pra questionar os desígnos de Deus!
A minha vida, mesmo que desfalcada, segue adiante.
Ele nunca nos deixou... e a única certeza que tenho é que um dia iremos nos reencontrar.
Não busco mais entender o porquê das coisas. Estou me desfazendo de um antigo conceito o qual revela que para toda pergunta existe uma resposta. Não procuro mais respostas, somente aceito e tento aprender, no meio de tanta infelicidade, algo que me transforme em um ser melhor.
A você, Mayron: saudades e inúmeras lembranças!!!

2 comentários:

aline disse...

Fico feliz em saber que você voltou a sentir gosto pela vida!
...
Não vou comentar muito sobre esta postagem pois meu olhos falam por mim...
Todos nós sentimos muita falta dele, mas o que nos conforta é saber que vivemos, INTENSAMENTE, tudo o que podíamos ao lado dele.
SAUDADES ETERNAS!!!

Força, amiga... Força!

Anônimo disse...

A dor q vc senti nunk vai passar. Ela pode ate fik + amena, mas acaba naum!

Cabe a vc decidi se prefere se fecha e permanece nesse luto ou aprende a convive com esta perda amando as pessoas q ele amava e cuidando do que era dele. Esta eh uma manera de vc torna ele mais presente em sua vida.

Um abraço colega, seu blog é TDB!

FORÇA!

Postar um comentário

Template by:

Free Blog Templates